Capa da Cartilha de Assédio Moral elaborada pela BRBRASIS 



Nas últimas semanas um dos maiores ícones da internet o influencer digital “Whindersson Nunes” , famoso por suas tiradas cômicas nas redes sociais, surpreendeu a todos com 16 mensagens declarando seus sentimentos de tristeza e depressão.

Afirmando que nem vontade de viver tem mais, diante de tantos “abutres” que o cercam. Que sua única alegria é subir aos palcos e ter o apoio da família e da esposa.

O que o caso do influencer digital tem haver com o universo condominial? Tudo!

Um gancho para puxamos uma importante série no Jornal Síndico Profissional. Vamos falar de depressão e de assédio moral em condomínios?

Winderson lida com um   número absurdo de seguidores que o amam e que o odeiam. E esta enxurrada de opiniões sobre a vida dele e a cada passo  que dá, influencia no seu emocional diretamente.

E os síndicos? Como lidar com a pressão de centenas de pessoas que em sua maioria não aprovam e nem acompanham as ações práticas dos síndicos? Como lidar com a pressão? Como lidar com a eterna falta de participação? Como lidar com as críticas? Quais são os exemplos de violência moral que os síndicos estão sujeitos? Quando é o limite para pedir ajuda?  

Já abrimos o debate no Fórum do Clube Síndico Profissional e esperamos a sua participação, também. 

A depressão está cadastrada com CID 10-F33. Uma doença silenciosa. 


Você já sofreu assédio moral em condomínio? Você já passou ou presencial profissionais com quadros de depressão ? Deixe seu comentário ou escreva para jornalsindicoprofissional@gmail.com

Venha fazer parte de nossa comunidade de síndicos profissionais e profissionais de condomínios de todo Brasil. 

1 Comentários

Muito obrigado por seu comentário. Não esqueça de deixar seu NOME e CIDADE no seu comentário.

  1. A depressão e a doença da século e temos que tomar muito cuidado pois nos auto cobramos e temos que fazer atividades para nosso lazer.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Muito obrigado por seu comentário. Não esqueça de deixar seu NOME e CIDADE no seu comentário.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Deixe seu comentário

Deixe aqui seu comentário. Não esqueça de escrever seu nome e cidade. Sua opinião é muito importante para o JORNAL SINDICO PROFISSIONAL. Você pode escrever aqui ou enviar para jornalsindicoprofissional@gmail.com