Ticker

6/recent/ticker-posts https://4.bp.blogspot.com/-k_5709Vs9oQ/XdlGRqTmrjI/AAAAAAAAIPg/lAcnWzIB-RUcoOGJVVVuk84_8KHSslrrQCK4BGAYYCw/s1600/logo%2Bjornal.jpg

Header Ads Widget

jornalsindicoprofissional@gmail.com

Síndica Profissional Paula Vieira: Prepare-se para o período de férias das crianças no condomínio



     
Chegaram as férias escolares e o assunto causa arrepios em muitos síndicos, muitas vezes pelo mito de que crianças são descumpridoras de normas e causadoras de bagunças e danos ao patrimônio.

Talvez algumas crianças ajam desta forma, contudo, não podemos, nós síndicos e gestores condominiais, generalizar.

 Sabemos que criança precisa de espaço para brincar, criança precisa de atividade, afinal já fomos crianças e já tivemos toda esta energia. Temos que nos preparar para este momento que começa em dezembro/2019 e termina no final de janeiro/2020. Como isso é possível? Planejamento.

O síndico não deve tornar este mês de férias um tormento, ao contrário, tente se aproximar das crianças, adolescentes e pais, e, juntos, pensar em atividades que proporcionem momentos de alegria a todos.

Fonte da imagem: http://www.petitpetitgamin.com/ / 


        O síndico, junto com o conselho e pais, podem programar atividades para as crianças, tais como:
•      passeios a parques ecológicos com a supervisão dos pais;
•      piqueniques em parques com brinquedos;
•     oficinas de leitura, trabalhos manuais ou apenas brincadeiras antigas como: queimadas, jogo de petecas, pular corda, bolinha de gude etc.
•      contratação de uma empresa que ofereça colônia de férias utilizando os espaços do condomínio sendo custeado pelos pais interessados.

No que tange à segurança, sugiro a contratação de mais um funcionário da portaria para auxiliar na ronda da área comum, visando maior controle para não haver dano ao patrimônio e exageros. No caso de ocorrência, o funcionário designado deverá entrar em contato com os pais ou responsáveis e nunca falar diretamente com a criança/adolescente,(caso seja necessário falar diretamente, que não o faça sozinho, mas sempre acompanhado de uma testemunha) e, após, elaborar relatório com todos os dados e encaminhar para a administração tomar as devidas providências.

        Também devem ser redobradas a fiscalização em:
•      Elevadores (não é recomendado criança menor de 10 anos sozinha no elevador);
•      Piscina (menor de 12 anos não pode ficar sozinho);
•      Manter o portão da piscina sempre fechado;
•      Fazer rondas nas escadas do condomínio;
•      Redobrar a atenção nos barriletes (verificar sempre se as portas estão fechadas);
•      Orientar as crianças a não correrem na área comum para evitar acidentes;
•      Criança NÃO pode de maneira alguma autorizar visitas a unidade, devendo o porteiro sempre se certificar da idade de quem está atendendo o interfone.

 A portaria também deverá ser instruída para não permitir a saída de crianças menores de idade sem o consentimento dos pais. Este procedimento dever ser um dever durante todo o ano, porém, nas férias, com o aumento de crianças na área comum, o cuidado deve ser ainda maior.

O síndico também deve estar preparado para mediação de conflitos. É preciso analisar com todo o cuidado a verdadeira causa do descumprimento das normas internas por parte de uma criança. Nestes casos, deve-se tomar cuidado para não expor as crianças, mesmo se os pais se encontrarem irritados. O síndico, como mediador, deve mostrar aos pais as suas responsabilidades e aconselhar, se for o caso, mais atenção com os seus filhos.

O síndico não é responsável pelas crianças nas áreas comuns. O único responsável pelas crianças são os pais ou responsáveis. O síndico tem o dever de seguir as normas técnicas e manter a manutenção em dia, para evitar que qualquer problema sob responsabilidade de sua gestão.

Temos que avaliar que cada condomínio tem suas particularidades, mas não devemos temer este período de férias escolares, vamos transformá-lo em dias agradáveis, em dias de alegria, afinal: “Criança é vida e alegria”

Devemos ter empatia. Devemos ter comunicação. Mais vale uma boa conversa do que notificar e até mesmo multar.

Lembre-se: quando eles estão na escola os meses passam lentamente, mas quanto estão em férias os meses passam rápido.

 Vamos voltar a ser criança e aproveitar as férias com eles! Uhuuu.
 Até o próximo artigo! Estou disponibilizando meu e-mail caso queiram sugerir assuntos ou discussão de casos, afinal o seu problema pode ser a minha solução e vice-versa.

Aproveito para desejar um Feliz Natal e um Próspero Ano de 2020; que tenhamos saúde e fé; e que estejamos sempre ao lado de nossa família, para vencermos todos os obstáculos e aproveitarmos todos os momentos felizes.
Lembre-se: Ser um síndico(a) de sucesso é seguir as regras sempre.


PAULA VIEIRA é Síndica Profissional pela Empresa Essencial Assessoria Condominial - São José dos Campos/SÃO PAULO. Tem diversas histórias para compartilhar com você da prática condominial. Deixe sua pergunta ou comentário para a Paula. Observe que o item COMENTÁRIO está abaixo das 3 notícias em destaque. 
           


Postar um comentário

1 Comentários

  1. Excelente artigo sobre férias escolares. Aqui tem poucas crianças e viajam nas férias. Condomínios grandes podem seguir essas sugestões. Parabéns Paula.

    ResponderExcluir

Muito obrigado por seu comentário. Não esqueça de deixar seu NOME e CIDADE no seu comentário.

Deixe seu comentário

Deixe aqui seu comentário. Não esqueça de escrever seu nome e cidade. Sua opinião é muito importante para o JORNAL SINDICO PROFISSIONAL. Você pode escrever aqui ou enviar para jornalsindicoprofissional@gmail.com