Em resposta ao PODCAST SÍNDICO PROFISSIONAL publicado hoje no facebook @jornalsindicoprofissional. Acesse aqui https://www.facebook.com/jornalsindicoprofissional/videos/596385600937974/ recebemos o comentário do ouvinte Geraldo Carlos Gonçalves que responder a discussão sobre como compor a remuneração do síndico profissional. 

Confira, ouça o podcast e deixe seu comentário, também. Ele poderá ser divulgado no Jornal Síndico Profissional para todo Brasil. 


Analise do ouvinte do PODCAST SÍNDICO PROFISSIONAL Geraldo Carlos Gonçalves. 

A composição do preço da remuneração de um sindico profissional não é uma tarefa tão simples, afinal, quanto um condomínio não é gerido de forma profissional deixam muitos vícios, ou seja, um condomínio mal gerido possui condôminos mais resistentes a mudanças.

Então a dica de como compor o preço do seu pró-labore?
1 - Um síndico profissional, alguém que investi constantemente em sua formação profissional, e por ser um investimento, precisará considerar o custo que ele terá para continuar se atualizando, ou seja, cursos que pretende realizar no período de sua gestão, qualificações necessárias para o condomínio, visto que cada condomínio possui uma estrutura diferente; importante fazer esse levantamento;


2 - Quantificar os valores de encargos que incindirão sobre sua remuneração, no caso do INSS, IRPF, seguro de vida, responsabilidade solidária do sindico;


3 - Quantificar o trabalho que deverá ser colocado a disposição do condomínio para o cumprimento do seu plano de trabalho durante sua gestão, horas comprometidas, locomoções, assessorias, ou ate mesmo se para o condomínio que pretenda assumir, um calculo para representação em demandas que seja necessárias para defesa do condomínio em problemas de gestão anterior, verificar a certidão cível do condomínio, andamento dos processos;


4 - Importante que o sindico analise o histórico de valores de pro-labore praticado pelo condomínio em gestões anteriores, assim ficará mais fácil estipular seu pro-labore;


5 - Por fim, por seu algo ainda novo para muitos condomínios, o sindico profissional precisa ir com cautela, porem sem desvalorizar seu trabalho e cobrar o valor que lhe dê condições de prestar o serviço e obter seu devido lucro, assim minha recomendação e o que pratico aqui é antes de estabelecer um valor a cobrar eu levanto toda situação do condomínio, problemas antigos, atuais e recorrentes, assim entendendo a demanda faço minha oferta, e essa sempre com focado no resultado.

Post a Comment

Muito obrigado por seu comentário. Não esqueça de deixar seu NOME e CIDADE no seu comentário.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Deixe seu comentário

Deixe aqui seu comentário. Não esqueça de escrever seu nome e cidade. Sua opinião é muito importante para o JORNAL SINDICO PROFISSIONAL. Você pode escrever aqui ou enviar para jornalsindicoprofissional@gmail.com