Ticker

6/recent/ticker-posts https://4.bp.blogspot.com/-k_5709Vs9oQ/XdlGRqTmrjI/AAAAAAAAIPg/lAcnWzIB-RUcoOGJVVVuk84_8KHSslrrQCK4BGAYYCw/s1600/logo%2Bjornal.jpg

Header Ads Widget

jornalsindicoprofissional@gmail.com

Síndico em período de crise redobre a atenção à sua apólice de seguros

Seguro não cobre!!!!


Síndicos, em momentos críticos lembre-se de analisar o seguro do seu condomínio, redobre atenção a sua apólice de seguros!

 

O seguro do condomínio deve ter uma atenção redobrada, é um seguro contratado pelo sindico em prol da proteção do patrimônio comum e que ainda é amparado por uma legislação especifica.

 

A legislação tem um foco maior em edifícios, porem aos condomínios horizontais onde cada morador é responsável pela construção da sua residência são diferentes, no caso destes condomínios horizontais o condomínio deve oferecer a garantia do seguro apenas as áreas comuns.

 

Mas o que diz a lei sobre a contratação do seguro? A determinação da lei conforme o Art. 1.346 do Código Civil, o seguro condominial é obrigatório contra risco de incêndio, a lei do condomínio de nº 4.591/64 já estabelece prazos, multas e que o seguro deve ser feito para todas as unidades e partes comuns do condomínio.

 

Art. 13. Proceder-se-á ao seguro da edificação ou do conjunto de edificações, neste caso, discriminadamente, abrangendo todas as unidades autônomas e partes comuns, contra incêndio ou outro sinistro que cause destruição no todo ou em parte, computando-se o prêmio nas despesas ordinárias do condomínio.

 

Art. 14. Na ocorrência de sinistro total, ou que destrua mais de dois terços de uma edificação, seus condôminos reunir-se-ão em assembléia especial, e deliberarão sobre a sua reconstrução ou venda do terreno e materiais, por quórum mínimo de votos que representem metade, mais uma das frações ideais do respectivo terreno.

 

O síndico, de acordo com a mesma lei, responde ativa e passivamente, em juízo ou fora dele, por qualquer inadequação ou insuficiência de seguro constatada. Reponde pela contratação e renovação do condomínio. Em caso de não renovação o condomínio fica exposto além dos acidentes que podem ocorrer sem cobertura, mas também a multas pela infração. Ou seja, o síndico pode vir a ser responsabilizado por deixar de contratar uma cobertura em prol do bem de todos.

 

Na hora da contratação o seguro para condomínio possui as coberturas simples coberturas limitadas e contratadas a parte e cobertura ampla que ampara o condomínio em todas as opções de cobertura da apólice. Coberturas pode variar de cada seguradora, por isso a importância de estar bem assessorado na contratação por um especialista, você sabia que nem todo seguradora cobre dentro do Responsabilidade Civil Danos Morais!

 

Algumas dicas simples, mas que podem evitar muitos transtornos na regulação do sinistro com a seguradora ou ainda evitar transtornos em riscos não cobertos.

 

 

Antes de se preocupar com preços é importante atentar-se as coberturas, se atendem a necessidade do condomínio e depois trabalhar o fator preço.

 

Em nenhuma hipótese passe informações que não são verídicas visando ocultar ou omitir informações a seguradora, certifique-se que o seguro esteja conforme sua necessidade, e que passou todas as informações necessárias conforme sua necessidade, isso com certeza evitará a negativas sobre sinistros no futuro.

 

Muito importante, os protecionais como extintores, Hidrantes, e documentações obrigatórias do condomínio laudos de manutenção preventivos e alvarás devem estar em dia para evitar negativas de seguros enquadradas no estado de uso e manutenção.

 

 

Outro fator que ninguém vai te falar, seguro do condomínio é limitado ao que tange coberturas de responsabilidade civil principalmente ao condomínio, seguro do condomínio é feito com ênfase em garantir o que chamamos no seguro de cobertura ao prédio e conteúdo das áreas comuns. Vale analisar um seguro de RCG Responsabilidade Civil Geral para o condomínio, ele permite aumentar a cobertura para os casos de indenizações a terceiros, coberturas que não são amparadas dentro do seguro do normal do condomínio ou que possui coberturas mas as clausula de exclusões são maiores.

Numa ação de Danos a terceiros por exemplo o condomínio pode não estar amparado pela cobertura de lucro cessantes, já imaginou quanto custaria ao condomínio pagar diária de paralisação de uma médica que se acidentou dentro do condomínio, ou portão que fechou e danificou um veículo utilizado a trabalho e por isso terá que ressarcir os dias parados do condômino.

 

Havendo sinistro, faça sempre o comunicação do evento ao corretor, evite se antecipar aos reparos sem a devida orientação do corretor ou da seguradora, registre sempre por vídeo e imagens, se possível guarde os vestígios dos danos, ainda que seja só uma quebra de vidro, para o caso de receber a visita do perito da seguradora que irá fazer a constatação e apuração do sinistro.

 

Seguro não é tudo igual, as coberturas variam de cada seguradora. Por exemplo, algumas seguradoras podem não pagar dano moral no seguro de Responsabilidade civil empregador. Outro exemplo são os muros de vidros, hoje comum em várias portarias que não estão cobertos por algumas seguradoras, em outras precisam ser contratados uma cobertura especial. Garagens externas tipo sombreiro também requer atenção na cobertura de vendaval. Verifique se valores de dano elétrico levando em consideração a quantidade de elevadores e exclusões a reposição de peças novas, cobertura de ruptura de tubulações é importante e poucos contratam.

 

 

Seguro é complexo, é bem mais que oferecer uma cotação com menor preço. Ao contrário do que a maioria pensa, preço sabemos que é importante, mas um especialista pode lhe orientar e buscar duas situações.

 

Faça sua consulta com a Open Line Brasil Seguros descubra como a orientação e uma consultoria pode fazer toda a diferença na adequação de sua apólice. Fale conosco através de nossos canais e saiba mais sobre seu seguro de forma consultiva, será um prazer atendê-los.

 Heber Bieniek.

 Formado em Administração de Empresas, experiência profissional de mais de cinco anos no mercado europeu. Profissional de seguros a mais de 12 anos atuando com gestão de seguros massificados e corporativos na área comercial nas Cias, Bradesco Seguros, Yasuda/Marítima seguros (hoje Sompo Seguros ) e Generali Brasil Seguros. Atualmente consultor no segmento securitário na Open Line Brasil Seguros, colunista semanal jornal Olondrinense coluna Mundo Seguro. Integra o Café com Síndico Jornal Síndico Profissional de Londrina. 

O JORNAL SÍNDICO PROFISSIONAL abriu inscrição para seu curso GRATUITO DE SEGUROS PARA CONDOMÍNIOS. Para garantir sua vaga clique aqui

Postar um comentário

0 Comentários

Deixe seu comentário

Deixe aqui seu comentário. Não esqueça de escrever seu nome e cidade. Sua opinião é muito importante para o JORNAL SINDICO PROFISSIONAL. Você pode escrever aqui ou enviar para jornalsindicoprofissional@gmail.com